O Grupo de Tabalho - Educação Especial, levou a efeito no passado dia 27 de maio, pelas 09:30 horas, a conferência parlamentar Centros de Recursos para a Inclusão.

A CNIPE esteve presente nessa conferênica através do seu Presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Sr. António Pinheiro.

 

Toda a informação sobre a referida conferência, aqui.

A CNIPE reune em Assembleia Geral Extraordinária e Ordinária no próximo dia 30 de maio, na sede da FAP Sintra, conforme convocatórias.

 

Convocatória Assembleia Geral Extraordinária

Convocatória Assembleia Geral Ordinária

 

A presença de todas as associadas é fundamental, não falte!

A CNIPE vai estar representada nas seguintes conferênicas:

 

   Apresentação nacional da Plataforma FITescola. Realiza-se no próximo dia 14 de maio, pelas 15:00 horas, no Salão Nobre da Faculdade de Motricidade Humana

 

   Conferencia Parlamentar sobre Indisciplina em Meio Escolar. Decorre no próximo dia 20 de maio, durante a manhã (09:30 - 13:30 horas), no Auditório do Novo Edificio da Assembleia da  República

 

   Conferencia Parlamentar sobre Centros de Recusos para a Inclusão. Decorre no próximo dia 27 de maio, durante a manhã (09:30 - 13:30 horas), na Sala do Senado da Assembleia da República

 

 
 
A Frapviseu constata que o Ministério da Educação continua a não ter recursos humanos e físicos para realizar os exames nacionais. O decorrer da normalidade da escola por causa da realização dos exames está em causa e neste momento o Ministério da Educação está a pedir autorização aos pais para justificar o facto de milhares de alunos terem que ficar em casa durante 4 dias! O pedido de autorização é dirigido às estruturas representativas dos pais nos seguintes termos:
 
" ... assim, solicitar o vosso acordo com a decisão que temos de tomar , respondendo a este email, de modo a podermos enviar também para o Ministério da Educação o pedido de autorização para o encerramento das escolas referidas e se realizarem as provas nacionais no ambiente de tranquilidade necessário aos nossos alunos. "
 
Na sequência da organização logística dos agrupamentos para criar as melhores condições aos alunos que realizarão as provas nacionais do 4º ano e do 6º ano, há necessidade de encerrar a escola onde se vão realizar os exames, nos dias 18, 19, 20 e 21 de maio.
 
Não é possível assegurar atividades para os alunos do 1º, 2º, 3º, 5º, 7º e 8º anos de escolaridade uma vez que todas as salas de aula das escolas serão utilizadas para a realização das provas nacionais do 4º ano.
 
Esta situação não está prevista no calendário escolar, são menos 4 dias de aulas e como pais não compreendemos como é que uma entidade que avalia os nossos filhos e educandos não consegue assegurar os recursos necessário e indispensáveis para que tudo possa ser feito dentro da normalidade ou então de uma vez por todas os exames sejam realizadas após o términos do período de aulas letivas!
 
Os pais perante um pedido desta natureza ficam sem saber o que dizer, porque também não podem impedir que os seus filhos possam ser avaliados. Curioso será verificar se os pais não autorizarem!!!!!
 
Solicitamos que possam denunciar estes constrangimentos que em nada abonam a vida escolar!
 
Atentamente
 
Rui Martins, Frapviseu
A medida foi anunciada pela Direcção-Geral da Saúde. Ferramenta já existia, mas apenas para os diretores das escolas e responsáveis pelas cantinas.
 
Refeições demasiado repetidas, que não alternam entre carne e peixe ou que oferecem fritos e doces várias vezes? Se esta é a realidade da escola do seu filho, já há uma plataforma online onde pode dar nota negativa à qualidade das ementas disponibilizadas nos estabelecimentos de ensino público. Ou, quando as coisas correm bem, deixar também essa referência. A ideia foi avançada nesta terça-feira pelo director do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável da Direcção-Geral da Saúde, Pedro Graça, por ocasião do Dia Mundial da Saúde.
 
A plataforma está integrada no Sistema de Planeamento e Avaliação das Refeições escolares, que existe desde 2009 e que já permitia que os diretores dos estabelecimentos e responsáveis pelas cantinas fizessem essa avaliação. Os pais vão poder aceder à ferramenta depois de registados e com uma password. Questionado sobre se os resultados dos pais vão ser disponibilizados às escolas, Pedro Graça admitiu que isso seria útil, mas que o passo não está previsto nesta fase.
 
Artigo completo in Público on-line de 07/04/2015

Este site usa cookies para garantir uma melhor experiência de navegação, sendo que os cookies para as operações essenciais do site encontram-se já definidos no seu browser.

Para descobrir mais sobre os cookies consulte a nossa política de privacidade.

  Eu aceito os cookies deste site.