A CNIPE – CONFEDERAÇÃO NACIONAL INDEPENDENTE DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO, relativamente a esta questão pensa o seguinte:
 
•         Consideramos que ainda não se pode fazer um balanço muito aprofundado quanto às alterações introduzidas recentemente nos currículos, até porque julgámos que o pior que pode acontecer na educação é as constantes mudanças que a mesma sofre, sem que se consiga perceber os resultados das mudanças anteriores.  
•         Quando foram apresentadas às últimas alterações, manifestamos a nossa opinião de que o ensino artístico tinha sido afectado com estas mudanças, pois se achámos importante reforçar as disciplinas base, seria desejável que não se fosse tão longe nos cortes efectuados em disciplinas mais ligadas às artes.
•         Na altura consideramos que se deveria ter reforçado o estudo acompanhado.
•         Julgámos que seria importante lançar um projecto onde fosse contemplada a formação permanente de professores, para que os mesmos pudessem tomar conhecimento das melhores e mais modernas práticas que são utilizadas em cada uma das suas áreas.
•         Seria também importante que na legislação laboral fosse consagrado o direito de todos os pais e encarregados de educação terem mensalmente um tempo destinado a inteirar-se do percurso escolar dos seus filhos e educandos sem nenhuma penalização por parte das entidades empregadoras.
•         Seria importante haver uma maior durabilidade do tempo de vigência dos manuais escolares.

Publica-se o parecer da CNIPE sobre o Estado da Educação.

Parecer completo, aqui

Este site usa cookies para garantir uma melhor experiência de navegação, sendo que os cookies para as operações essenciais do site encontram-se já definidos no seu browser.

Para descobrir mais sobre os cookies consulte a nossa política de privacidade.

  Eu aceito os cookies deste site.