Desde 2008 acompanho a vida da CNIPE e estou no MAP na Apeagesátão (Sátão), passando pela Associação de Pais das Escolas de Repeses
(Viseu) até à Frapviseu, da qual sou presidente do conselho executivo desde 2015.
Em todas estas participações tenho procurado estar ao lado das minhas duas filhas Sara e Inês e ao lado de todos os filhos e educandos que frequentam a ESCOLA.
 
No passado dia 18 de junho de 2016 assumi a liderança de uma equipa que pretende ajudar a construir uma ESCOLA MELHOR para um FUTURO MELHOR para TODOS, sendo a escola pública a única que garante a igualdade de oportunidades para TODOS.
 
Como Pai, pretendo contribuir para um movimento aglutinador e mobilizador dos Pais e das Associações nos e dos estabelecimentos de ensino num quadro de autonomia, bem como defender o serviço público de educação de qualidade, gratuito, promotor da igualdade de oportunidades integrado na resposta adequada às necessidades sociais da família de uma escola qualitativa e ainda defender a escola pública universal para todos, inclusiva e cidadã potenciadora de sucesso educativo e profissional dos seus alunos;
 
Tenho ainda a convicção de que a educação para a cidadania, competência, responsabilidade, e civismo, só se concretizará com famílias empenhadas e conscientes da relevância do seu contributo, numa escola que funcione como comunidade educativa.
 
O envolvimento dos pais na escola é uma forma de investir na qualidade da educação, no sucesso educativo, na plena integração de todos os alunos, numa sociedade mais articulada e solidária.
 
Tenho procurado aplicar e fazer este tipo de investimento na escola das minhas filhas, tendo sido já representante do conselho de turma, como pai com assento no conselho pedagógico, no período de vigência, onde os pais tinham assento e mais tarde como membro no conselho geral de um Agrupamento de Escolas.
 
Procuro que a ESCOLA orientada para o sucesso educativo, como lugar de formação/educação, socialização e motivação para a aprendizagem, passe pela presença empenhada e partilhada dos pais, sendo esta a forma de estar em todo o meu percurso no MAP.
 
Este novo desafio na CNIPE não é mais que a continuidade de todo este trabalho realizado e a procura na continuidade de todo este percurso, em nome de uma + ESCOLA, MELHOR FUTURO.
 
Em nome da CNIPE, Confederação representativa de pais horizontal, quero agradecer o voto de confiança e disponibilizo toda a equipa que lidero para Vos ajudar a representar os Vossos filhos e educandos..
 
Atentamente,
Rui Martins, CNIPE
19 de jun de 2016

 

Para os devidos efeitos divulga-se que a Assembleia geral eleitoral da CNIPE se ira realizar a 18 de junho de 2016, conforme convocatória anexa.

 

De entre os vários documentos disponíveis, damos o devido destaque à Credencial de representação, que deve ser impressa, preenchida e assinada, por forma que possam exercer o direito de voto durante a assembleia eleitoral.

 

Convocatória, aqui

Regulamento eleitoral, aqui

Regulamento eleitoral, anexos, aqui

Estatutos CNIPE, aqui

 

IMPORTANTE: O local da realização da Assembleia Geral da CNIPE é na Sala do Capítulo do Museu de Leiria, sito na Rua Tenente Valadim, n.º 41, 2410-190 Leiria, com as Coordenadas GPS: 39º 74.1312” N  /  -8º 80. 2841”W

 

Assumimos, desde o seu nascimento, que a CNIPE é um movimento voluntário que aparece nas escolas e das escolas em defesa das suas necessidades, primando pelos interesses e direitos das crianças e jovens, nós, pais e encarregados de educação somos os seus mais diretos interessados. Desta forma, este movimento é diverso, abrangente e autónomo.

É fundamental aqui mencionar que o nosso trabalho é realizado com e para as associações de pais e encarregados de educação (APEE).

Temos plena consciência de que os tempos estão cada dia mais difíceis. A tensão social e o desemprego atingem cada vez mais franjas da nossa sociedade, que há uns anos atrás seria impensável, sentindo de uma forma cada vez mais angustiante esta tensão e crise sistémica.

Neste enquadramento social, é nosso dever ter a perceção de novas e maiores dificuldades com que se deparam os pais e consequentemente o seu movimento associativo.

Este site usa cookies para garantir uma melhor experiência de navegação, sendo que os cookies para as operações essenciais do site encontram-se já definidos no seu browser.

Para descobrir mais sobre os cookies consulte a nossa política de privacidade.

  Eu aceito os cookies deste site.